Arquivo da categoria: FINANÇAS

finanças

Esboçando Finanças: Sintomas de doença na vida financeira


Quase 100% das doenças manifestam algum tipo de sintoma. Aliás, os sintomas são importantíssimos, pois ajudam a descobrir que tipo de doença acomete a pessoa e qual o antídoto para a cura. A nossa vida financeira também pode ser atacada por doenças que minam a sua saúde. Você sabe quais são os principais sintomas de uma vida financeira que esta começando a adoecer ou que já está contaminada totalmente pela doença?

Sintomas de doença na vida financeira:

1- Descontrole. Você anota todos os seus gastos e ganhos? Muitas pessoas acham que conseguem controlar seu dinheiro apenas com a sua mente e acabam se enrolando e caindo em um descontrole grandioso, gerando muitos problemas na vida financeira. É imprescindível ter um controle escrito de gastos e ganhos para que haja uma visão concreta sobre o destino do seu dinheiro. Além disso, o descontrole dá a sensação de que se tem dinheiro, mas na realidade, no final, só se tem a dor de cabeça de dívidas que trarão muitas dificuldades.

2- Comprar por impulso. Você é daqueles que compra as coisas sem pensar antes? Grande parte das doenças da vida financeira é gerada por compras por impulso. As compras devem sim ser feitas, mas, antes, devem ser pensadas e planejadas com base nas possibilidades que o orçamento oferece. A compra de itens supérfluos deve ser analisada com coerência e baseada nas possibilidades que se tem. Compras por impulso geram doença na vida financeira.

3- Só importa o presente. Muitas pessoas vivem apenas olhando o presente e se esquecem que a expectativa de vida das pessoas só vem aumentando. Não pensam em poupar, não pensam na aposentadoria, não pensam na sua velhice. Gastam todo o seu ganho para satisfazer o desejo do agora. Isso é muito perigoso! Hoje, vemos uma grande quantidade de idosos sofrendo horrores porque não pensaram quando jovens em organizar uma velhice financeiramente melhor. Você quer viver uma velhice sofrida financeiramente?

4- Idolatrar o cartão de crédito e o cheque especial. Estes dois produtos podem ser usados de maneira consciente como já explicamos no artigo sobre cartão de crédito, porém muitas pessoas estouram o limite do seu cheque especial ou do cartão de crédito, como se esse dinheiro fizesse parte do seu salário, e por isso, pagam juros altíssimos, que são uma bola de neve pronta a rolar por cima delas. Cartão de crédito e cheque especial só são bons se usados segundo as regras.

5- Desprezar as pequenas quantias. Por incrível que pareça, muitas pessoas estão doentes financeiramente porque desprezam pequenas quantias. No decorrer do mês, os pequenos gastos se somam, criando um grande e importante gasto, que compromete o orçamento. Carnês com pequenas parcelas e longos prazos são feitos aos montes e no final das contas eles, unidos, viram uma bola de neve destruidora.

6- Sempre comprar a prazo. Os doentes financeiros acreditam que comprar a prazo é sempre vantajoso. Ledo engano! Toda compra parcelada tem juros embutidos que tomam seu rico dinheirinho e enriquece ainda mais os barões do consumismo. Compre a prazo somente quando não tiver alternativa.

7- Pouco interesse em diminuir gastos. Pessoas que são esbanjadoras perdem muito dinheiro e comprometem o seu orçamento pela sua falta de interesse em poupar recursos. Não é difícil encontrar casas com todas as luzes acesas e só uma pessoa em casa. Televisões ligadas sem ninguém assistindo, mangueiras de água jorrando calçada abaixo, etc. Quem quer ser saudável financeiramente pensa em ser o mais econômico possível.

Creio que existem outros sintomas que devem ser identificados por cada um de nós, e tratados com seriedade. Às vezes o remédio é amargo, mas é importante tomá-lo para recuperar a saúde financeira. A escolha é de cada um!

Por André Sanchez/esbocandoideias.com

Anúncios